Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > ITI na Mídia > ITI na mídia | Hora de modernizar o carimbo de tempo da ICP Brasil
Início do conteúdo da página

ITI na mídia | Hora de modernizar o carimbo de tempo da ICP Brasil

Publicado: Quarta, 20 de Maio de 2020, 13h05

Acaba de entrar em consulta pública a proposta do novo protocolo de tempo da ICP Brasil. Interessados terão até 1º de junho para encaminhar críticas e sugestões para o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

O objetivo, segundo Marcelo Buz, presidente do ITI, é melhorar aspectos como interoperabilidade, rastreabilidade, performance e confiabilidade da rede. O sincronismo passa a ser feito de forma contínua entre a EAT e as ACTs, sem a dependência do processo de auditoria. Além disso, o ITI pretende utilizar Blockchain para registro de todos os dados de carimbos do tempo e sincronismo, garantindo assim a autenticidade, rastreabilidade e a segurança dos dados gerados na rede.

"Isso é algo bastante inovador e o início de um grande projeto de uso de blockchain na certificação digital", afirmou à The Shift.

Na opinião de Buz, Blockchain e certificados digitais são complementares. Razão pela qual o ITI começa a buscar maior integração entre eles, com o propósito de avançar ainda mais na aplicação da certificação. Hoje mais de 170 serviços usam certificação digital, mas falta muito para a desejada popularização.

"Nossa meta é que toda a população brasileira economicamente ativa tenha um certificado digital em 2022. Para isso, o uso precisa crescer a taxas de mais de 180% ao ano. Hoje o crescimento é de 25% ao ano. Com a digitalização da economia, a gente precisa acelerar", comentou.

 

Fonte: The Shift

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página